Anuncie no TUDO À MÃO. Ligue: (15) 3224 4123ASSINE O DIÁRIO. LIGUE: (15) 3224 4123
 
 
 
Ultima Edição:
26/11/2014
Outras Edições
 
publicado em: 30/06/2013 às 12h56:
DIG divulga lista dos principais procurados
Entre eles há líderes de quadrilha, traficantes, homicidas e estuprador
 
Texto:
 
 

Marcus Vinícius
 
Veja mais Fotos
 
OS DEZ MAIS

Por meio de uma escolha minuciosa focando o grau de periculosidade dos indivíduos procurados pela Polícia Civil de Sorocaba, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) divulgou uma lista com o nome, crime cometido e condenação de dez homens considerados foragidos da Justiça. Entre eles, quatro são apontados como os mais perigosos por suas experiências criminais e também pela audácia com que costumam agir contra suas vítimas; desses, três são autores de homicídios. 

O delegado titular da especializada, José Humberto Urban Filho, explanou sobre a ficha criminal desses indivíduos, cujo histórico pessoal segue abaixo:

* Os quatro principais são estes:
 
MARCUS VINÍCIUS YOSHIO INADA, 30 anos – “JAPÃO”

É considerado pela Polícia Civil um indivíduo de extremo grau de periculosidade por liderar seus grupos criminosos. Morador do Parque Vitória Régia, ele é apontado como autor do homicídio de um fuzileiro naval na cidade, em janeiro de 2010. Em 2 de maio de 2011, foi expedido o mandado de prisão preventiva dele. “É o cara que manda em tudo; perigoso e comandante. Não tem pena decidida ainda”, frisou Urban.
 
 
CRISTIANO REGINALDO, 31 anos – “TIÃO”

Fugitivo do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba (SP), onde cumpria pena por homicídio, roubo e latrocínio - este último praticado em outubro de 2005 -, Cristiano tem mandado de prisão por fuga expedido em 14 de junho de 2012. Ele teve direito à "saidinha" da prisão e não retornou conforme deveria. 

EVANDRO LUIZ GARCIA, 38 anos – “BOLA”

Com uma ficha criminal composta por receptação, vários roubos e tráfico de drogas, Evandro está sendo procurado desde 30 de outubro de 2009, quando a Justiça liberou mandado de prisão preventiva contra ele pelo crime de roubo. No entanto ele já era procurado pelo tráfico, cuja pena, de 4 anos e um mês, não chegou a ser cumprida.

ILSON JOSÉ GOMES, 36 anos – “ZÓIO VERDE”

A pena que condena Ilson à prisão por 20 anos é baseada nos crimes de roubo, homicídio e latrocínio cometidos por ele. O mandado de prisão que o tornou procurado pela polícia foi expedido em 10 de julho de 2003. 
 
 
São estes os demais que seguem foragidos:
 
DÊNIS DE ALMEIDA VIEIRA, 30 anos

Sem nunca ter sido preso, Dênis é um dos que integram a lista de procurados pela Polícia Civil por ter cometido roubos e formação de quadrilha. Ele tem uma pena já decretada de 10 anos por esses crimes e se tornou procurado em 15 de maio de 2013, depois que a Justiça expediu mandado de prisão condenatória contra ele.
 
 
CLAUDEVAN LIMA DE ALMEIDA, 35 anos – “BAURU”
 
É evadido do CDP de Americana (SP), onde cumpria pena de 18 anos por porte de droga, formação de quadrilha e associação ao tráfico de drogas. A ordem de busca liberado pela Justiça contra ele foi expedida em dezembro de 2007.
 
 
EVERSON LUIZ MALLMANN, 32 anos – “FOFO”
 
Com uma condenação de 5 anos e dois meses por ter praticado vários furtos, Everson, vulgo “Fofo”, fugiu da cadeia de Salto (SP) em 22 de março de 2007. Desde então, tornou-se um dos procurados pela Polícia Civil, especialmente pelos agentes da DIG, que investigaram os casos.
 

OSEAS DE LIMA MIRANDA, 34 anos
 
Esse rapaz de apenas 34 anos é o que possui a maior pena já decretada pela Justiça nessa lista de procurados. Por ter cometido três homicídios, ele estava preso na extinta cadeia de Mairinque (SP) e de lá fugiu em 11 de março de 2001.
 
 
MÁRIO JOSÉ CONCEIÇÃO, 54 anos
 
Mário é o único da lista dos dez mais procurados que cometeu estupro. Conforme a delegado Urban, ele agrediu pela primeira vez sua vítima em 1994, desde então não parou mais e praticou a mesma infração várias vezes. Ele está condenado a 26 anos e oito meses e seu inquérito foi registrado em 2005.
 
 
ILSON JOSÉ ALVES, 40 anos – “FIO”
 
Condenado à 30 anos de prisão por latrocínio, “Fio” é procurado e nunca foi preso.
 
 
Dois menores são recolhidos pela Fundação Casa acusados por roubo

Uma cabeleireira de 55 anos saía para trabalhar, por volta das 7h30 de ontem, quando, ao fechar o portão da garagem, foi surpreendida por um garoto de 15 anos, que mencionou estar armado, e a empurrou, exigindo o veículo. Assustada, a profissional afastou-se do automóvel e viu o adolescente fugir com o Honda Classic, modelo 2011. Conforme declarou ela ao delegado do plantão sul, o empurrão do menor foi tão forte que a fez machucar sua coluna. 

O crime aconteceu na rua Lamartine Babo, no bairro Júlio de Mesquita. De lá o menor seguiu com o carro para o Parque Esmeralda, onde deu carona para outro garoto, de 14. A Polícia Militar já havia sido acionada pela vítima e, com base nas informações sobre o veículo, uma equipe da 1ª Cia. conseguiu localizá-lo na rua Mitre Fiúza Ayres, com os dois no interior. Juntos, eles tentaram fugir, mas desistiram e abandonaram o carro ligado, que começou a descer a via sozinho.

O sargento Carlos Silva e o soldado Fabiano dividiram-se entre o veículo desgovernado e os menores em fuga. O carro foi parado e um dos garotos detidos. Com apoio de outras viaturas e também do helicóptero Águia da PM, o outro fugitivo foi localizado no prédio do Sabe Tudo do bairro. Com ele, estava o telefone celular da cabeleireira, deixado dentro da bolsa no carro.

Na apresentação ao delegado, os menores souberam que seriam recolhidos à Fundação Casa por terem cometido essa infração. Eles ainda não tinham passagem.


QUEDA DE POSTE – Por volta das 18h30 da última sexta-feira (28) um caminhão betoneira bateu na fiação elétrica da rua Vicente Gambacorta, na Vila Helena, fazendo com que um poste de madeira, que estava com a base podre, caísse em cima de um carro. Os moradores ficaram sem energia por cerca de cinco horas e, no momento do incidente, havia crianças brincando na via. Com a falta de luz, algumas mães chegaram a se desesperar tentando encontrar seus filhos; não houve feridos.




 

 
 
 
voltar  
     
 
Diário de Sorocaba no Twitter