Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

Mais rigor contra a criminalidade

Publicada em 11/02/2019 às 22:02
Compartilhe:

É preciso falar, discutir e repercutir cada vez mais o objetivo que se pretende alcançar com o projeto apresentado pelo ministro Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, no que diz respeito à implantação da Lei Anticrime, que visa combater de forma mais efetiva a corrupção, os crimes violentos e o crime organizado, que não é de hoje desestruturam a vida brasileira. Mais do que nunca é preciso adequar a legislação existente à realidade atual e tornar o cumprimento das penas mais eficiente, abrangendo as normas do Código de Processo Penal, Código Eleitoral e Código Penal. O que não pode é o País continuar como está, com tantas ações nocivas contra a população.
O que se percebe é um clamor da sociedade por medidas que reduzam a criminalidade, a violência e a corrupção no Brasil. Está certo o ministro Sérgio Moro quando afirma que esses problemas caminham juntos e exigem enfrentamento comum, sem mais complacência. Da mesma forma, o ministro também age como se deve ao debater o assunto com o Congresso Nacional, governadores, secretários de Segurança Pública, a imprensa e a sociedade, criando com isso um ambiente favorável junto à opinião pública. Ele mostra estar consciente de que não bastam apenas boa vontade e boas intenções para que as mudanças sejam promovidas. Antes de mais nada, é preciso criar condições políticas para que os objetivos sejam alcançados. Por isso mesmo, o debate em torno das propostas é necessário e saudável para que o resultado final seja positivo. 
Nunca é demais destacar que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem duas áreas prioritárias bem definidas: as ações e iniciativas para reduzir a violência e a insegurança, e a agenda econômica, com as reformas estruturais, principalmente a da Previdência, que há muito tempo está na ordem do dia. O pacote anticrime responde aos anseios da sociedade e deverá ser enviado ao Congresso até o final deste mês. O que se espera, também, é que o governo dê uma atenção especial o quanto antes à saúde e à educação, já que isso tem tudo a ver com o futuro da Nação.
O fato é que, diante de todos os problemas que atrapalham a evolução do País, tudo merece ser analisado e discutido com rapidez por toda a sociedade. Cabe aos novos parlamentares da Câmara dos Deputados e do Senado contribuir para a realização desse trabalho, cuidando como se deve de todas as leis que precisam ser aprimoradas. A Lei Anticrime, por exemplo, é mais do que necessária para que o Brasil tenha condições de viver mais tranquilo, proporcionando a todos um maior estímulo para desenvolver suas atividades em prol da Nação.