Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2022

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< ENTRETENIMENTO Animal Planet desvenda Zoológico de San Diego

Publicada em 16/09/2021 às 20:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Divulgação)
NOVA TEMPORADA 
 
O Animal Planet desvenda, a partir deste sábado (18), às 18 horas, os bastidores da estrutura gigantesca que faz o Zoológico de San Diego funcionar, com a estreia da segunda temporada da série que leva o nome da instituição. Cada um dos episódios inéditos acompanha as tarefas diárias que ocorrem longe dos visitantes, como limpeza dos recintos e cuidados veterinários especializados ao andamento de projetos para preservação de espécies e readaptação de animais à natureza selvagem. O parque é o lar de mais de 15 mil animais. Fundadas em 1916, as instalações combinam a tradição de um século com infraestrutura tecnológica.
 
Imagens exclusivas documentam a ação em locais de acesso restrito e os episódios trazem entrevistas com veterinários, biólogos e técnicos que cuidam da saúde e bem-estar dos habitantes do zoológico. A partir dessas imagens, a série conta histórias engraçadas e comoventes de animais que ajudam a retratar os intensos trabalhos desenvolvidos por pesquisadores e especialistas. A primeira parte da segunda temporada apresenta o pequeno Omeo, um coala órfão que só sobreviveu devido aos cuidados que recebeu no zoológico. Os coalas são marsupiais e os filhotes da espécie precisam permanecer junto ao corpo da mãe até seu desenvolvimento.
 
Depois, as câmeras visitam o casal de hipopótamos Funani e Otis. Funani está à espera de um filhotinho, e a equipe responsável por esses mamíferos está na expectativa para o momento do parto. Os dois chegaram ao zoológico como parte de um programa de reprodução em cativeiro que vem trazendo resultados animadores. O episódio também vai ao Quênia, onde está em fase de testes uma fórmula criada pelo zoológico de San Diego para alimentar filhotes de elefante. O projeto para salvar elefantinhos órfãos, cuja maioria teve suas mães mortas por caçadores clandestinos, conta com parceria do Santuário Reteti, localizado no Quênia.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar