Segunda-Feira, 6 de Abril de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SOROCABA Carnaval pode impulsionar vendas do comércio Pesquisa da Associação Comercial aponta expectativa de crescimento de 5,5%

Publicada em 13/02/2020 às 00:20
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Artigos para festas devem ajudar no aumento das vendas (Foto: Arquivo/DS)
Entre as marchinhas carnavalescas, aliadas aos confetes, serpentinas, máscaras e fantasias, engana-se quem pensa que não é uma excelente época para atrair novos clientes e, consequentemente, aumentar as vendas. Em Sorocaba, com essa premissa pesquisa da Associação Comercial local, em parceria com a Esamc Jr., aponta que o Carnaval promete trazer bons resultados aos empreendedores. As vendas, segundo essa pesquisa, podem subir até 5,5%, em relação ao mesmo período do ano passado.
 
Este aumento deverá ocorrer, principalmente, nos segmentos de artigos para festas, turismo, alimentos e bebidas. As datas comemorativas têm sido aliás, como igualmente reconhece a Associação Comercial, cada vez mais usadas como uma estratégia para atrair a atenção do cliente. Seu presidente, Sérgio Reze, ressalta que, mesmo que algumas empresas não se encaixem nos ramos que tradicionalmente lucram nesta época, é possível aproveitar a oportunidade para realizar ações promocionais.
 
PROCON DÁ DICAS PARA QUEM VAI VIAJAR - Com o Carnaval batendo à porta, já o Procon Sorocaba oferece, por outro lado, dicas para quem decidiu curtir o feriado longe de casa. Como regras básicas, o órgão traz informações ligadas a pacotes e cancelamento de viagens, transporte rodoviário, hospedagem e aluguel de imóveis para temporada. Viajar durante um feriado prolongado é sempre bom, mas é importante estar atento às burocracias da viagem. Quem estiver pensando em comprar um pacote de viagem deve exigir que, no contrato, constem todas as informações possíveis sobre a compra. Se a viagem for cancelada por parte da contratada, orienta ainda o Procon local, deve haver a restituição integral de todos os valores pagos. Entretanto, se o contratante cancelar a viagem deverá formalizar um comunicado à agência de turismo ou operadora, estando sujeito ao eventual pagamento de multa, prevista em contrato. 
 
Já as passagens adquiridas no transporte coletivo rodoviário intermunicipal, interestadual e internacional terão validade de um ano, a partir da data de emissão. Qualquer atraso na partida, do ponto inicial ou em uma das paradas previstas durante o percurso por tempo superior a uma hora, o transportador deverá providenciar o embarque do consumidor em outra empresa que ofereça serviços equivalentes para o mesmo destino ou deverá restituir, de imediato, o valor pago pela passagem. Se o atraso ou interrupção da viagem vier por parte do transportador, o passageiro terá direito à alimentação e hospedagem por conta da transportadora. 
 
O aluguel de imóveis é outro cuidado necessário para quem vai viajar. “Antes de assinar qualquer contrato, busque informações sobre o aluguel, tanto da parte contratada, como do próprio imóvel. A Internet é um ótimo lugar para iniciar as buscas. Se as contratações forem realizadas online, busque dados em sites confiáveis e bem avaliados por outras pessoas que já alugaram o imóvel. Guarde os anúncios publicitários, inclusive os da própria empresa e se, ao chegar ao local, a situação for adversa ao combinado, procure munir-se de documentos que comprovem o ocorrido”.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar