Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Bonecos hiper-realistas mobilizam sorocabanos no Centro

Publicada em 04/08/2017 às 18:46
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Jéssica Santos)
Uma das vias mais movimentadas do Centro da cidade de Sorocaba, o Boulevard Dr. Braguinha, parou para assistir à apresentação de um grupo de teatro de rua na tarde desta sexta-feira (4). O que chamou mais a atenção do público foram três bonecos hiper-realistas confeccionados de silicone por uma artista plástica.
 
O espetáculo chamado “Página 469”, interpretada pelo grupo de teatro de rua “Engasga Gato”, conta a história de um funcionário público que cansa de ser copista e resolve escrever sua própria história indo morar nas ruas. Ao deixar sua família, ele é resgatado por um grupo conhecido como “Liga do Bem” formado por assistentes sociais e enfermeiros.
 
O ator e protagonista, Douglas Pires, conta que a peça tem uma linguagem de invasão e é uma pesquisa aprofundada do diretor brasileiro André Carrera. “O personagem é quase um 'fantasma urbano', uma pessoa que está sempre nas ruas e muitas vezes acaba ignorada pela sociedade; por isso surgiu nosso interesse em falar dele. Nos interessamos pelo trabalho do André e resolvemos dar continuidade na pesquisa, inclusive o convidamos para dirigir a nossa peça”, explica Douglas. 
 
Ele comentou ainda que o espetáculo não tem um ponto inicial ou final. “A peça é um acontecimento e não é preciso acompanhá-la por inteiro para entender. Nossa intenção é justamente fazer com que as pessoas que transitam pelas ruas peguem alguma parte e fiquem na dúvida se aquilo é algum movimento, teatro ou vida real. Queremos que as pessoas absorvam o que elas entendem da peça. Nós procuramos trabalhar não só a dramaturgia, mas também os efeitos hiper-realistas”, afirma o ator. 
 
O espetáculo ainda deve circular por mais quatro cidades da região, sendo a próxima apresentação em Suzano (SP). A peça é resultado de uma premiação do edital do Programa de Ação Cultural de 2016, promovido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. “Nós nos escrevemos na categoria teatro de rua e fomos premiados para percorrer 10 cidades. Entre essas idas e vindas, também fazemos intercâmbio com os grupos locais para troca de experiências e ideologias. Em Sorocaba, nossos mediadores foi a Trupe de Teatro”, explica Douglas. (Por Jéssica Santos)
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar