Segunda-Feira, 6 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< EDITORIAL Sob o domínio da violência

Publicada em 25/08/2016 às 06:48
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Está se tornando cada vez mais difícil a sociedade brasileira conviver com a onda de violência que se agiganta pelo País e faz todo mundo estremecer, sem saber exatamente o que fazer para não se transformar na próxima vítima. Diariamente os brasileiros vão sendo atingidos de forma inapelável pela violência da corrupção desenfreada, da esperteza política que se organiza em quadrilhas, das facções criminosas que matam sem qualquer piedade, dos traficantes de drogas que levam à ruína crianças e adolescentes. O Brasil inteiro sempre está diante da violência do desemprego, da fome, da falta de moradias decentes, das desigualdades sociais, do desrespeito aos aposentados e pensionistas e da politicalha que não acaba mais. Falamos da violência contra os que morrem nos corredores dos hospitais, no trânsito sem controle, nos estádios de futebol dominados pela loucura dos torcedores.             
 
Falamos da violência contra os sagrados valores do ser humano e, principalmente, da violência da impunidade que ao longo da história brasileira sempre foi deixada de lado. Vivemos um total paradoxo, onde, ao invés de se dar uma base para toda a população, a fim de que a violência possa ser reduzida, os nossos sistemas sociais estão cada vez mais inoperantes e ineficientes.      
 
Diante disso, não são poucas as parcelas menos favorecidas financeiramente que também enveredam para o lado da violência para suprir suas próprias carências sociais, emocionais e psicológicas. E não se pode negar que o sistema em que todos estamos envolvidos tem uma grande parcela de culpa em tudo isso, já que não gera oportunidades reais para os adolescentes, jovens e adultos. Os governantes, as instituições públicas e toda a sociedade brasileira deveriam atentar muito mais para isso.                                                  
 
Nunca é demais repetir que a grande necessidade atual é a paz, que deve prevalecer, juntamente com Deus, no íntimo de cada pessoa. E a fórmula que favorece isso é o convívio no amor. Compreensão, consciência e tolerância são fundamentais para um Brasil melhor. Atualmente, o que triunfa a todo instante é a violência banalizada contra tudo e contra todos. É preciso buscar uma fórmula que admita valores imperecíveis. E a sociedade precisa exigir sanções para punir aqueles que não respeitam os semelhantes e violam todos os códigos sociais. Infelizmente, no Brasil, a degradação de tudo é que avança sem parar, jogando a civilidade para o fundo do poço. E é isso que precisa ser revertido com urgência. Há que se buscar alternativas urgentes para que o domínio da violência não continue a prevalecer sobre a sociedade brasileira.        
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar