Segunda-Feira, 21 de Janeiro de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< Com saída de Amary, concorrentes esperam mudanças no quadro eleitoral Pesquisa do Ipeso mostra o peemedebista na liderança da intenção de votos e Raul Marcelo em segundo

Publicada em 26/07/2016 às 06:54
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Fernando Rezende)
A primeira pesquisa oficial de intenção de voto na disputa à Prefeitura, divulgada na sexta-feira (22) pelo Instituto de Pesquisa de Sorocaba (Ipeso), provocou diferentes avaliações na cidade, principalmente entre os concorrentes, já que o levantamento mostra o até então pré-candidato e presidente do PMDB, Renato Amary, na liderança, com 44,9%.
 
Com a retirada da candidatura de Amary e o lançamento de José Crespo (DEM) em seu lugar, como pré-candidato, no dia 23 deste mês, o candidato do PSOL, Raul Marcelo, passa a liderar com 15,8%. Contudo outros pré-candidatos avaliaram a pesquisa e acreditam que os resultados ainda terão mudanças ao longo das campanhas eleitorais. 
 
Otimista, Raul Marcelo, que se encontra à frente de seus concorrentes, afirma trabalhar para manter o resultado positivo. “Fiquei otimista com a pesquisa, afinal de contas, sem o candidato do PMDB, estamos na liderança. Gostaria de agradecer a quem nos apoiou, e vamos trabalhar bastante para consolidar essa liderança, como muita humildade.” 
 
Apesar de se manter positivo em relação ao resultado, ele diz não ter ficado surpreso, por conta de sua trajetória na política. “Fui vereador, deputado e candidato na última eleição para prefeito; então, a gente esperava ter apoio. É sempre bom liderar o processo eleitoral na cidade de Sorocaba, não fiquei surpreso por causa do nosso trabalho na cidade.” 
 
Ele acredita que os números podem mudar no decorrer do processo eleitoral, já que, segundo ele, a campanha tem uma dinâmica própria. Com a desistência de Amary, o candidato do PSOL diz que essa é uma questão que deve ser discutida. “Vamos trabalhar para que o eleitor de Amary faça uma opção para nossa campanha, e com os indecisos também.” 
 
Com 7,9% das intenções, o pré-candidato do PRB, Hélio Godoy, ressalta que não houve surpresa após a publicação da pesquisa, que, segundo ele, retratou-se o momento, mesmo porque Raul Marcelo e Renato Amary, que aparecem na liderança, já estavam colocando-se nesta condição, além de já terem sido prefeito ou candidato em eleições anteriores. 
 
Para o pré-candidato do PR, Cláudio do Sorocaba I - também cotado para ser vice do pré-candidato João Leandro (PSDB) -, que aparece com 6,3%, o resultado é bom. “Apesar de não ter saído nas ruas ainda, a gente aparece bem. Tem adversários que estão fazendo campanha há muito tempo; temos muito a crescer, principalmente com a saída de Amary.” 
 
Ele acredita que o cenário político ainda pode mudar. “A pesquisa surpreendeu, porque vi umas pesquisas internas e, nessa, fiquei contente com a boa margem de crescimento. Depois dessa, pode ser que alguns pré-candidatos desistam. Vamos esperar outra pesquisa oficial, pois foi feita com Amary, como pré, e agora 44,9% serão distribuídos para outros.”  
 
O pré-candidato do PSDB, João Leandro da Costa Filho, que representou 1,6% dos votos, não se focou no levantamento e acredita que mostra o cenário político da cidade. “A pesquisa demonstra que fez um raio X do momento atual, não posso entrar no mérito da pesquisa, ela é séria e de credibilidade.”
 
Ele adianta que os resultados não o surpreenderam e afirma que, após o início das campanhas, esse quadro muda. “Não trouxe nenhuma novidade, trouxe aquilo que o meio político já sabia; todas as posições apresentadas não trouxeram mudança. O processo nem começou ainda”, destaca o pré-candidato tucano.
 
Ainda conforme ele, só a partir do dia 16, o eleitor começa a receber o material dos candidatos com “informações preciosas” em relação ao voto. “Só a partir desse momento o cenário começa a mudar.” Sobre Amary, João Leandro diz que não existe nenhum político no País com capacidade de transferência absoluta do seu prestígio eleitoral. 
 
Oficializado como pré-candidato do DEM, José Crespo informa que a pesquisa mostra percentuais abaixo do que a sigla tem em relação a Renato Amary. “Em nossa avaliação, baseada em levantamentos internos, a liderança de Renato passa dos 60%. Em referência aos demais, os números do nosso aponta que estão abaixo do que foi mostrado pelo Ipeso.”
 
Ele diz, ainda, não acreditar na possibilidade de transferência total em relação aos números que Amary obteve na pesquisa e crê que os eleitores do PMDB votarão no pré-candidato do DEM. “Grande parte dos eleitores que votariam em Renato, agora, vai votar em Crespo”, ressalta o democrata. 
 
Crespo salienta que a expectativa é de que o número aumente à medida que a campanha se desenvolva, principalmente a da TV, quando será mostrado o plano de trabalho. Para o pré-candidato, o quadro já mudou completamente em relação ao levantamento do Ipeso. “A fotografia retratada é do momento antes da entrada do nosso nome na disputa.”  
 
Com uma trajetória na política de Sorocaba, como deputado estadual e vereador, Crespo declara que o apoio de Amary é importante. “Nossas lutas e nossas propostas são conhecidas da população. O apoio do ex-prefeito é importantíssimo. Estaremos lado a lado com ele e o temos como grande conselheiro e profundo conhecedor de Sorocaba.” 
 
De acordo com a pesquisa, que foi encomendada pelo PSOL, o pré-candidato Flávio Chaves, do PSC, aparece com 3,2%, e Laerte Molleta, do PEN, manteve 0,9% dos votos. Pelo PSDC, o pré-candidato Fernando Oliveira recebeu 0,6% e Gláuber Piva, do PT, aparece com 0,3%. A pesquisa deu-se entre os dias 16 e 19 deste mês, com 316 pessoas. 
 
CONVENÇÃO – O Democratas fará sua convenção para escolha do candidato à Prefeitura e candidatos à Câmara de Vereadores neste sábado (30), a partir das 10 horas, na sede da Associação Amigos de Sorocaba, na Rua da Penha, 120, na região central. O líder do DEM na Casa e atual presidente, José Crespo, deverá ser apontado como candidato a prefeito. 
 
Os candidatos a vereador pelo DEM, que deverão ser definidos pela convenção, serão o já vereador Rodrigo Manga e ainda Dalízio Moura, Elisângela Oliveira e Ricardo Chagas. A vaga que seria ocupada por Crespo para a disputa na Câmara será usada pelo partido. Logo após a convenção, o grupo segue para o escritório de campanha de Renato Amary. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar