Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< POLÍCIA Casal é preso com quase 600 mil arquivos pornográficos infantis Eles utilizavam programas P2P para a prática dos crimes

Publicada em 13/05/2016 às 06:14
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Um casal foi denunciado pelo Ministério Público Federal em Sorocaba por armazenar milhares de arquivos com cenas de sexo envolvendo crianças e adolescentes, e compartilhá-los. O homem foi preso em flagrante na residência, no Jardim Santa Marina, zona norte da cidade. Os crimes foram praticados entre maio de 2014 e março deste ano.
 
Ao cumprirem um mandado de busca e apreensão no dia 31 de março deste ano, os investigadores encontraram na residência dos denunciados um computador com dois discos rígidos, onde estavam armazenados quase 600 mil arquivos com vídeos e imagens relacionados à pornografia infantil.
 
O compartilhamento pela internet era feito por meio de programas “peer-to-peer” (P2P). Os investigadores utilizaram softwares desse tipo para identificar o IP utilizado pelo casal. Em seguida, puderam localizar o ponto físico onde era estabelecida a conexão. 
 
Os crimes de compartilhar e armazenar material com pornografia infantil estão previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n. 8.069/90). A pena de prisão para quem pratica esses delitos pode chegar a 10 anos, e mais pagamento de multa.a
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar