Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Rodas de Choro musicalizam o Parque das Águas

Publicada em 06/04/2016 às 06:13
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Divulgação)

Os sorocabanos que já costumam ir ao Parque das Águas, no final da avenida Dom Aguirre, no Jardim Abaeté, seja para a prática de exercício físico ou apenas para o lazer em família ao ar livre, agora vão poder conferir gratuitamente mais uma novidade num dos espaços públicos mais bonitos e frequentados da cidade. A partir desta quarta-feira (6), das 19h30 às 22 horas, Rodas de Choro ocuparão o anfiteatro de arena semanalmente neste mês de abril.

A iniciativa e a organização do projeto intitulado “Rodas de Outono a Céu de Choro” é da cantora Danielle Domingos e conta com apoio da Secretaria da Cultura da Prefeitura. O objetivo principal do projeto é difundir o estilo musical num espaço público, a céu aberto, para pessoas de todas as idades, retomando as rodas musicais que iniciaram o movimento que deu origem ao Choro no País. “Este projeto tem tudo para ser bem legal e aproveitamos este mote do Dia Nacional do Choro (23 de abril) para criar este movimento aqui na cidade”, explica Danielle Domingos.

O CHORO - O Choro é um dos únicos estilos musicais genuinamente instrumentais da música brasileira. O Dia Nacional do Choro é uma homenagem ao nascimento do mestre Pixinguinha (1897-1973), instrumentista, compositor e arranjador, autor de obras até hoje lembradas, como “Carinhoso” e “Rosa”. De acordo com Danielle Domingos, a ideia é justamente promover o encontro informal de músicos que se identificam com o estilo para tocar. “Aqui em Sorocaba temos tantos músicos bons e é difícil reunir todo mundo. Como a roda é uma reunião informal, quem quiser participar é só chegar ao local com o seu instrumento. Estão todos convidados. Vai ser muito legal”, convida a artista.

Entre os músicos sorocabanos que já confirmaram presença, estão Luizinho (bandolim), Marco Corrêa (percussão), Barba (percussão), Fabinho (violão sete cordas), Washington (cavaquinho) e Evandro Marcolino (bandolim), entre outros. Quem for ao Parque das Águas poderá conferir, assim, um repertório com músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth, entre outros expoentes do Choro.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar