Segunda-Feira, 6 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Desemprego cresce como principal motivo para atraso de dívidas, afirma Boa Vista

Publicada em 20/01/2016 às 00:41
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Marcos Santos / USP Imagens)
Com o aprofundamento da crise econômica no Brasil, o desemprego tem-se tornado cada vez mais o principal motivo para que o consumidor deixe de pagar as suas dívidas. É o que aponta pesquisa feita no último trimestre de 2015 pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Os resultados, divulgados ontem (19), mostram que, no fim do ano passado, 41% dos inadimplentes citaram a falta de emprego como justificativa para atrasar o pagamento de suas contas, o maior nível desde o primeiro trimestre de 2012.
 
O desemprego é historicamente a principal causa da inadimplência entre os brasileiros, mas há quase quatro anos esta não superava o patamar de 40%. Além disso, é a sua segunda alta seguida, depois de ter registrado 35% no terceiro trimestre de 2015 e 31% no segundo; no último trimestre de 2014, era de 36%. 
 
O levantamento aponta ainda que os mais jovens são mais afetados. Entre os entrevistados com idade até 25 anos, 51% deles citaram o desemprego como motivo do atraso das dívidas; na faixa de 26 a 35 anos, o nível é de 54%. Daí em diante a taxa cai para 47% entre aqueles de 36 a 45 anos e para 30% na faixa de 46 a 55 anos. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar