Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Ajudante abusa de irmã com deficiência mental Ele já tinha praticado o mesmo crime por duas vezes contra a mesma vítima; o agressor está preso

Publicada em 14/01/2016 às 00:40
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O ajudante J.L., 42 anos, foi preso acusado por estupro contra a própria irmã, de 21, em um bairro da zona norte. Esta é a terceira vez que o acusado comete o crime contra a moça, que é deficiente mental. De acordo com a titular da Delegacia de Defesa de Mulher (DDM), Ana Luíza, o caso ocorreu no final de dezembro, mas a prisão só foi feita na manhã desta quarta-feira (14), depois que outro irmão da vítima formalizou o boletim de ocorrência. 
 
Conforme a delegada, uma sobrinha do ajudante e da vítima entrou no imóvel onde eles estavam para chamar a avó. Ao acessar um dos quartos, flagrou o tio abusando da tia. Ela pediu socorro aos outros familiares, que foram ao plantão sul para registrar a ocorrência. No dia, porém, o autor não foi preso. O caso foi encaminhado aos policiais da DDM, que capturaram o infrator na casa onde ocorreu o crime. Ele foi levado à delegacia e negou ter violentado a irmã. 
 
A vítima tem dificuldades de fala, mas conseguiu afirmar à polícia, através de gestos, que o irmão agarrou-a à força. A delegada disse que espera o resultado dos exames médicos, aos quais a jovem foi submetida, para comprovar a agressão sexual. 
 
J.L. já foi preso duas vezes por violentar a mesma vítima. Na primeira, ficou detido nove anos; na outra, nove meses. “Esta é a terceira vez que o ajudante comete o mesmo ato. Quando ele saía da prisão, era acolhido pela mãe e voltava a cometer o abuso”, afirmou Ana Luíza. O ajudante foi autuado e recolhido à cadeia pública de Pilar do Sul. O caso será concluído e encaminhado para análise da Justiça. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar