Quinta-Feira, 2 de Abril de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Legislativo aposta em Frente Parlamentar para solução de conflitos regionais

Publicada em 08/05/2015 às 11:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O presidente da Câmara Municipal de Iperó, Sérgio Poli Simon (Pros), visitou o Legislativo sorocabano em meio à sessão ordinária desta quinta-feira (7) e, ao usar a tribuna a convite do presidente Cláudio Gervino Gonçalves, o `Cláudio do Sorocaba I' (PR), falando sobre a importância da união entre os legislativos da Região Metropolitana de Sorocaba, sobretudo diante da criação de uma nova Frente Parlamentar. O vereador Fernando Dini (PMDB), que vem trabalhando pela consolidação da Frente Parlamentar que irá discutir os problemas das regiões limítrofes de Sorocaba, saudou Sérgio Poli em nome do Legislativo local, destacando o trabalho parlamentar do vereador iperoense que há quatro legislaturas é o vereador mais votado na vizinha cidade, sendo pela segunda vez eleito presidente da Câmara de Iperó. O vereador Luís Santos (Pros) também parabenizou o colega de partido. 
 
O presidente da Câmara de Iperó destacou que é preciso acertar as divisas entre os municípios. "Precisamos rapidamente nos aliarmos, todas as cidades vizinhas, para discutirmos nossas divisas. Da mesma forma que vocês recebem reclamações, nós também recebemos cobranças referentes a Sorocaba, principalmente na divisa com o bairro Bom Jesus e em relação à Estrada de Ipatinga, que até hoje não foi asfaltada", afirmou. "Podem contar conosco, vamos trabalhar juntos. Sabemos das dificuldades dessa estrada que precisa de um olhar mais atencioso do Poder Público de Sorocaba, uma vez que faz parte do nosso território", respondeu o presidente do Legislativo sorocabano. 
 
CÂMARA APROVA SEIS PROJETOS - Seis projetos foram aprovados em definitivo durante a sessão ordinária da Cânara Municipal da manhã de ontem. Em pauta em segunda discussão, foi aprovado o projeto do vereador José Antônio Caldini Crespo (DEM), que declara de utilidade pública o Grupo Escoteiro do Ar "Albino Bueno de Camargo". Também foram aprovados dois projetos de decreto legislativo de Luís Santos (Pros), concedendo títulos de Cidadão Emérito a Glaúcia Fernanda Pereira Gomes da Silva Freitas, vice-presidente da Federação Estadual dos Convention Visitors Bureau, e a Hamilton Vieira, produtor de eventos de turismo. Decreto legislativo da vereadora Neusa Maldonado (PSDB), que concede título de Cidadão Sorocabano ao policial militar Renê Sérgio Macedo Calazans, comandante da Companhia de Força Tática do 7º Batalhão, também foi aprovado. 
 
Também foram aprovados dois projetos do prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB). O primeiro altera redação das leis 9.591, de 31 de maio de 2011, que dispõe sobre denominação de dra. Maura Roberti o Centro de Educação Infantil (CEI) do Jardim Alegria, e 10.209, de 14 de agosto de 2012, sobre denominação de professora Ana Lúcia Pazini a uma creche do Jardim Ipanema. O objetivo foi corrigir os endereços dos próprios denominados por estas duas leis. Jó outro projeto da Executivo ontem aprovado denomina de Antônio Bengla Mestre Filho o Centro de Educação Infantil localizado na rua José de Andrade, no Parque Ouro Fino, o CEI 108. Na justificativa do projeto, o prefeito lembra que recentemente foi revogada a lei 9.287/2010, de autoria do vereador José Francisco Martinez (PSDB), que homenageava o vicentino diretor do Lar São Vicente de Paulo, pois denominava um próprio que já tinha nome. 
 
Foi aprovada ainda moção em que o vereador Marinho Marte (PPS) manifesta aplauso ao projeto de lei de autoria do ex-senador Cyro Miranda (PSDB-GO), de 2011, que prevê a dedução das despesas com medicamentos da base de cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Física. Marinho lembrou que hoje a dedução é apenas para consultas e outros procedimentos médicos, porém os gastos do tratamento relativos a medicamentos não são dedutíveis. "Trata-se de uma medida de caráter social viável e extremamente importante para aqueles contribuintes em tratamento prolongado e até contínuo", ressaltou o vereador.  
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar