Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Comitê Pró-Copa discute a preparação da cidade para receber seleção da Argélia

Publicada em 25/03/2014 às 00:50
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O Comitê Sorocabano Pró-Copa do Mundo 2014 teve uma reunião na manhã desta segunda-feira (24), na Câmara Municipal, presidida pelo vereador Jessé Loures (PV). Na ocasião, Renato Romanetto, do Comitê Paulista, proferiu uma palestra. Sorocaba irá acolher a seleção da Argélia durante o Mundial.

Também participaram do encontro, os vereadores Fernando Dini (PMDB) e Waldecir Morelly (PRP); o secretário de Esporte e presidente do Comitê Sorocabano, Francisco Moko Yabiku, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Almeida, o diretor da UFSCar, Isaías Campos; o delegado da DIG, José Urban; e a coordenadora executiva do Comitê, Miriam Zacareli, assim como outras autoridades, representantes de políticos e de setores do esporte e turismo. 

O presidente da sessão falou sobre a importância do Comitê e da preparação do Município para receber uma das 32 seleções que vêm ao País. “Através de um ato jurídico foi instalado o Comitê Sorocabano, um caminho para planejar as ações. O que é que podemos oferecer? Das mais de cinco mil cidades do País, Sorocaba está dentro das 26 credenciadas e precisa se preparar”, iniciou Jessé Loures. 

A presidente do Comitê falou do trabalho desenvolvido nos últimos três meses e destacou a boa vontade de todos os envolvidos. Entre as ações, referiu-se às 300 vagas disponíveis para funcionários públicos em cursos de inglês e espanhol. Ressaltou ainda que cada delegação traz consigo cerca de 2 mil pessoas, somando 8 mil pessoas vindas junto às quatro seleções, que irão se preparar na região. Já o secretário de Esporte destacou o legado que a copa do Mundo deixará para o município. 

PALESTRAS - Durante a reunião, foi apresentado o Guia de Orientação Local – GOL desenvolvido pelo Comitê Paulista. O guia está dividido nestes sete capítulos: Copa do Mundo e Eventos Oficiais; Programa de Proteção de Marcas Oficiais; Eventos de Exibição Pública; Centros de Treinamento; Oportunidades e Eventos Relacionados; Voluntariado e Decoração das Cidades. 

Renato Romanetto explicou cada item e falou sobre as obrigações dos municípios que irão receber seleções como saúde e segurança e também as oportunidades como a promoção do turismo. Segundo o palestrante, o objetivo do Comitê para este acontecimento é fortalecer a imagem do Estado e surpreender. Após a palestra, os presentes puderam tirar algumas dúvidas. 

Sobre a linha de crédito disponibilizada pelo Estado através da Desenvolve SP aos centros de treinamento, Romanetto destacou que possui taxa de crédito menor que o mercado, mas não é gratuito, sendo destinada aos projetos da Copa. No município, destacou que o Atlético Sorocaba entrou com todas as garantias financeiras para conseguir o financiamento de R$ 4 milhões, que será pago pelo clube.  


 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar