Quarta-Feira, 8 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Indiciados autores de tentativa de latrocínio contra empresário

Publicada em 09/10/2013 às 21:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Na manhã de ontem, o delegado José Humberto Urban Filho, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), indiciou Hildeberto Pegorelli Neto, 31 anos, vulgo “Neto”, e Ricardo Gonçalves Machado, de 23, vulgo “Kadu”, por latrocínio tentado contra o empresário Munir Mohamed Jamul, 51 anos, ocorrido em fevereiro de 2012. A dupla está presa desde agosto passado em regime temporário já prorrogado por 60 dias. Com o encerramento do inquérito, previsto para os próximos dias, o delegado pedirá na Justiça a prisão preventiva dos rapazes. Se condenados, a pena pode chegar a 30 anos de prisão para cada um .

A tentativa de roubo seguida de tentativa de homicídio, registrada como latrocínio, aconteceu às 20h45 do dia 10 de fevereiro, quando o empresário, dono de uma loja de veículos importados, entrava em seu carro, um Land Rover, na avenida General Carneiro, e notou a aproximação de duas pessoas sobre uma moto Honda CB 300. Um dos indivíduos estava armado e exigiu do empresário a pasta que ele carregava dizendo: “Desce, desce, me dá a pasta!”. No entanto, a vítima deu marcha à ré no veículo e bateu num Honda Fit que passava pela avenida.

Um dos indiciados seguiu até o carro da vítima e continuou atirando, acertando o empresário uma vez na mão esquerda e uma vez no relógio que tinha no pulso esquerdo. O atirador e seu comparsa fugiram ao ver uma viatura da Guarda Civil Municipal (GCM) aproximando-se. Os guardas patrulhavam pelo local naquele momento e viram a ação da dupla. Ao fugir, “Neto” e “Kadu” deixaram para trás um revólver com cinco projéteis deflagrados e dois telefones celulares; eles não levaram a pasta da vítima. A moto usada pela dupla também foi localizada abandonada no bairro Wanel Ville.

Com base nos dados encontrados nos telefones celulares abandonados no local do crime, os investigadores do setor de Patrimônios da DIG conseguiram identificar a dupla. Diante disso, o juiz de direito da Vara do Júri expediu mandados de busca e apreensão domiciliar e de prisão temporária contra os dois identificados. “Neto”, porém, havia sido preso no dia 21 de agosto por receptação de carro roubado. Ele chegou a ser preso, mas depois pagou a fiança estipulada e foi posto em liberdade, momento em que foi autuado pelo mandado de prisão. Já “Kadu” foi preso no dia 23 de agosto pela DIG de Campinas, na região de Hortolândia.

Hildeberto segue preso na cadeia de São Roque e Ricardo, na Penitenciária III, em Hortolândia, no anexo para presos temporários. Assim que o delegado Urban conseguir a prisão preventiva, eles serão recolhidos ao Centro de Detenção Provisória (CDP), em Sorocaba. Segundo Urban, “Neto”, que tem endereço no bairro Lopes de Oliveira, tinha antecedente criminal por furto, tráfico e porte de entorpecente; e “Kadu”, que morava no Jardim Califórnia, por porte de entorpecente e homicídio. 

NOVO CRIME EM SP – Dias depois de sofrer a tentativa de latrocínio em Sorocaba, o empresário foi novamente atacado na avenida Faria Lima, zona sul de São Paulo. Ele estava com a família num Mercedes-Benz CLS-500 quando foi abordado também por dois homens de moto. Os bandidos atiraram três vezes contra o veículo da família e Munir Jamul, que estava no banco do passageiro, foi atingido no peito. Ele foi socorrido ao hospital. Hoje, o empresário tem endereço nos Estados Unidos, mas mantém seus negócios na cidade.

O delegado Urban explicou que esse segundo crime está sendo investigado pela Polícia Civil da Capital, pois o trabalho da DIG local resumiu-se ao episódio da avenida General Carneiro. O delegado frisou ainda que a ação dos bandidos em Sorocaba valeu-se de informações privilegiadas sobre a vítima, que sempre andava com alto valor de dinheiro na pasta devido às negociações diárias que fazia entre veículos. A quantia em dinheiro que tinha na pasta no dia do crime não foi divulgada.


Procurado pela Justiça apresenta CNH falsa ao ser abordado pela PM

Gustavo Alexandre de Souza, 27 anos, foi preso por volta das 21h30 de terça-feira, na Vila Carol, após perseguição policial. Ele estava numa moto roubada e ao ser abordado apresentou documentação falsa. Em sua verdadeira identidade, pesava uma condenação de 18 anos que deve ser cumprida na penitenciária em Itapetininga, de onde estava foragido.

Uma equipe da PM em patrulhamento pelo bairro deparou com dois indivíduos numa moto Yamaha Fazer, em atitude suspeita. Ao perceberem a viatura perseguindo-os, os dois tentaram fugir por várias ruas até que na esquina da avenida Itavuvu com a rua São Carlos Borromeu o piloto perdeu o controle da direção e caiu. O rapaz que estava de carona abandonou o comparsa com a moto e fugiu a pé.

Abordado, o piloto apresentou uma carteira de habilitação em nome de Márcio da Silva Santos, porém, após pesquisa, foi confirmado seu verdadeiro nome e descoberto ainda que ele estava foragido da Penitenciaria de Itapetininga, onde cumpria pena no Centro de Detenção Provisória (CDP) I, cuja pena prevalece até 2031.

Ao consultar a procedência da moto, os PMs verificaram que era produto de roubo praticado na área central da cidade, na esquina da rua Santa Cruz com a Brigadeiro Tobias. Mediante as constatações, Gustavo foi levado à delegacia, onde foi autuado em flagrante por roubo e, por ser foragido, recapturado. Ele ficou detido à disposição da Justiça e a moto foi apreendida.

PRESO POR FURTO – Michael Rodrigues Ribeiro, 18 anos, também foi preso pela PM na terça-feira, acusado por furto ocorrido no Jardim América. A vítima sentiu falta de seu telefone celular Iphone e ao puxar os vídeos de monitoramento do local em que trabalha viu que o rapaz mexera nas mesas. Ao questioná-lo, recebeu a confissão do rapaz, que retirou de dentro de sua roupa o celular que havia furtado. 

Em diligência na casa dele, em Capela do Alto, a equipe da PM localizou um computador notebook, sem notas, de marca Lenovo. As partes foram conduzidas à DPP, onde o delegado de plantão elaborou o BOPC de flagrante de furto sem direito a fiança ao indiciado, que permaneceu à disposição da justiça, e os objetos apreendidos liberados à vítima mediante auto próprio.

 
 
ACIDENTE DE TRÂNSITO – Enquanto um grupo de pessoas ajudava a retirar um VW Fusca capotado da estrada que liga Sorocaba a Iperó, próximo à ponte, um parente da vítima decidiu fotografar o acidente e acabou atropelado por uma Ford Belina que passava pelo local. O fato aconteceu por volta das 15h30 de ontem, quando a Belina, após atropelar o homem, caiu no córrego. O homem que fotografava morreu no local e outras cinco pessoas ficaram feridas e foram socorridas ao Hospital Regional e ao Pronto-Atendimento (PA) da zona norte. A ocorrência foi atendida por viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192). A Polícia Militar também foi acionada para preservar o local até a chegada da equipe de perícia.
 
 

GCM apreende drogas com mulher nos fundos de escola municipal

A equipe da Patrulha Escolar Comunitária da Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu uma mulher na manhã de ontem, após a flagrar escondendo uma sacola de drogas no muro da Escola Municipal “Paulo Fernando de Nóbrega Tortello”, no Parque das Laranjeiras, zona norte da cidade. Sileide Barbosa de Oliveira, 25 anos, ao ver os guardas sentou-se rapidamente ao lado de um rapaz de 27. Abordados, eles foram revistados e a guarda feminina encontrou com Sileide três porções de cocaína e R$ 30 em dinheiro.

Em conversa com a equipe, ela e o rapaz acabaram assumindo que vendiam as drogas naquele local. No buraco do muro da escola, os GCMs encontraram mais sete porções da mesma droga, escondidas na sacola. Diante dos fatos, os dois foram conduzidos ao plantão policial norte, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Depois de prestarem esclarecimentos, o rapaz foi liberado e Sileide, enviada à cadeia feminina de Votorantim.

Também por volta das 11h30 de ontem, uma equipe da Polícia Militar, em patrulhamento pelo bairro Júlio de Mesquita Filho, recebeu denúncia de tráfico de drogas e, conforme as características do indivíduo, conseguiu localizá-lo na rua Nilva Zilah Silvatti Viana. O denunciado tentou fugir e dispensou um embrulho dentro de um contêiner. Abordado, o indivíduo foi identificado como um adolescente de 16 anos, que ainda trazia consigo R$ 120 em dinheiro.

Já no embrulho dentro do contêiner havia 25 porções de cocaína e 35 de crack. Junto a sua mãe, o menor foi levado à delegacia, autuado por ato infracional de tráfico de droga. Ele não foi liberado e sim, conduzido à Fundação Casa, pois estava sendo procurado por não ter comparecido em audiência onde responde pelo delito de roubo.
 
 

VIAJANDO COM DROGAS – Uma jovem de 27 anos foi presa pela Polícia Militar na tarde de ontem ao tentar viajar para São Paulo com uma porção bruta de crack na bolsa. Ana Paula da Rocha Souza foi denunciada e, conforme as informações passadas à PM, ela estaria com o filho de apenas 4 anos dentro do ônibus que tinha saído da rodoviária de Sorocaba. A equipe do sargento Fumagalli, formada pelos soldados Menck, César e a soldado Rosana Santos, interceptou o ônibus no quilômetro 82 da rodovia Raposo Tavares. Na bolsa da jovem, havia cerca de 300g de crack puro. Ela teria recebido R$ 100 no dia anterior para fazer o serviço. Com passagem por furto, Ana Paula acabou presa e recolhida à cadeia feminina de Votorantim. A criança foi entregue a familiares da indiciada.


SPVias promove simulado de acidente com produto perigoso

A concessionária SPVias faz hoje, às 9 horas, no quilômetro 168 da rodovia Raposo Tavares, em Itapetininga, um simulado de acidente envolvendo produto perigoso e múltiplas vítimas. O helicóptero Águia da Polícia Militar dará apoio, assim como agentes da Polícia Militar Rodoviária, da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192). 

Haverá a simulação de um engavetamento entre dois veículos de passeio, um ônibus e um caminhão carregado com álcool. “A simulação contará com veículos em chamas, vítimas presas em ferragens, vazamento de carga, tombamento de ônibus e múltiplas vítimas”, conta o coordenador médico da concessionária, Sandro Durães. 

As vítimas da simulação serão preparadas e maquiadas de acordo com os diversos níveis de lesões, promovendo ao cenário um aspecto de realidade e complexidade no atendimento. “O objetivo deste simulado é treinar e integrar as equipes operacionais que atuam em setores de emergência, visando a que o atendimento sempre seja feito da melhor maneira possível, com rapidez e profissionalismo”, afirma o gestor de interação com o cliente da concessionária, Luiz Fernando De Donno.
 

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar