Terça-Feira, 26 de Maio de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Trio Puelli faz concerto especial no Municipal

Publicada em 17/05/2013 às 22:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

MÚSICA CLÁSSICA

O Trio Puelli, com Karin Fernandes ao piano, Adriana Holtz no violoncelo e Ana de Oliveira, violino, faz concerto especial na noite deste sábado (18), no Teatro Municipal, no Parque da Boa Vista, dentro da 4ª Temporada de Musica Clássica/Schaeffler Música'2013, produzida pela MdA International. O recital começa às 21 horas, com entrada gratuita.

O Trio Puelli tem como proposta a execução da música dos séculos XX e XXI para essa formação, abordando em especial composições brasileiras. Formado a partir de uma sugestão da compositora Sílvia de Lucca em 2008, somente em 2009 iniciou suas atividades na cena musical. Desde então, o Trio já se apresentou em diversas cidades brasileiras, com destaque para a Mostra Internacional de Música de Olinda em 2010, a série da CPFL "Lux Sonora", para a circulação de concertos Sesi em 2011, e o 43º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão em 2012.

O Trio possui um CD gravado, "Trio Puelli - Primma", com repertório exclusivamente brasileiro, lançado em abril de 2011, na série `Clássicos da Revista Concerto', na Sala São Paulo. O CD recebeu várias críticas elogiosas e uma indicação entre os 10 melhores lançamentos pela Revista Bravo'2011. Neste ano, por outro lado, lança ainda seu segundo CD, "Trio Puelli - Três Américas", com peças de Maurício Kagel, Leonard Bernstein, Cláudio Santoro, Roberto Victório e Alejandro Cardona.

No concerto em Sorocaba, o Trio Puelli dedica toda a apresentação aos compositores americanos Chick Corea, Charles Ives, George Gershwin e Leonard Bernstein.


Histórias contadas com origamis são atração para crianças no Sesc

As crianças poderão se divertir com diversas narrativas aliadas à arte das dobraduras neste sábado (18) - e também no próximo (25) -, sempre às 16 horas, no Sesc Sorocaba (rua Barão de Piratininga, esquina com a avenida Washington Luiz, no Jardim Faculdade), com a atividade "Origamistórias". Uma diferente e inusitada atração conduzida por Irene Tanabe, que une o encantamento da contação de história utilizando adereços lúdicos, como fantoches, maquetes e teatro de sombras, que contribuem com a graça e o colorido das narrativas, com a tradicional arte japonesa: o origami.

As contações com origamis dão vida aos contos, despertando a imaginação dos pequenos e proporcionando grandes emoções vindas do mundo da fantasia. Por meio das histórias, o público infantil reconhece a consciência do coletivo, aumenta o conhecimento e proporciona uma visão melhor do mundo. Os espectadores entram em contato com outros indivíduos, numa relação fora de nossa dimensão de tempo e espaço, e entram em um mundo mágico. "O mundo precisa de histórias que resgatam a presença física, a importância do olhar, e ainda unem a uma atividade manual terapêutica, como o Origami", relata a artista Irene Tanabe,

De graça!


Intervenção circense `Gibiló e seu trombone' anima os espaços do Sesc 

Também neste sábado (18) e no próximo, dia 25, com a intenção de divertir e entreter o público do Sesc local a Companhia de Estripulias Imagináveis percorre os espaços da Unidade, em diversos horários, com a intervenção artística circense "Gibiló e seu trombone". A atividade, que é gratuita e para toda a família, visa criar um ambiente agradável, multiplicando a alegria do circo com o mundo lúdico.

O palhaço Gibiló traz, com seu trombone, performances e intervenções bem humoradas, por meio de suas façanhas, enquetes cômicas, números circenses e interpretações teatrais. Tudo isso com muita música e humor, possibilitando a interação com a plateia. Criada há dez anos, com o objetivo de mesclar as técnicas de teatro-circo-dança-música, a Companhia de Estripulias cria espetáculos interativos para o público em geral. Contando com uma equipe de profissionais altamente qualificados, com experiência nas diversas regiões do País e no Exterior, seus artistas levam a todos os lugares performances, atividades recreativas e teatrais, sempre com o universo lúdico do circo. O ator e diretor Gilberto Caetano, após trabalhar vários anos em outros grupos, como "Onitorrinco", do diretor Cacá Rosset, e ter estudado e residido na França, onde aperfeiçoou técnicas de circo para teatro, decidiu transmitir seus conhecimentos e buscar atores profissionais com o mesmo objetivo: integrar e mesclar em performances e espetáculos às várias manifestações artísticas para transformar uma ideia em ponto de pesquisa e experimentação.


TELEVISÃO

Música norteia quarta edição do Telefilmes Cultura

Em dezembro de 2009, a TV Cultura despontava como uma das primeiras emissoras brasileiras a produzir filmes exclusivamente para televisão. Quatro anos e três edições depois, o projeto Telefilmes Cultura gerou 12 ficções e, a partir deste sábado (18), colocará no ar mais quatro produções: "E além de tudo me deixou mudo o violão", dirigida pela cineasta Anna Muylaert, já nesta noite; "Vitrola", de Charly Braun; "Invasores", de Marcelo Toledo e Paolo Gregori, e "A Ópera do Cemitério", de Juliana Rojas. O tema que norteia as narrativas é música na cidade. A exibição será semanal, às 23 horas, na faixa Cine Brasil. 

O Telefilmes é uma parceria da TV Cultura com a Secretaria de Estado da Cultura. A proposta é dar aos realizadores de produtoras independentes a missão de criar um filme que misture linguagem e estética de cinema e televisão. Cada um dura, em média, 52 minutos e tem captação full HD.  As obras foram selecionadas e financiadas pela Secretaria de Estado da Cultura, por meio do ProAC (Programação de Ação Cultural), recebendo cada uma R$ 600 mil. À TV Cultura, coube a responsabilidade de disponibilizar uma janela de exibição e emprestar estúdios e equipamentos. 

"E além de tudo me deixou mudo o violão", de Anna Muylaert, a produção de abertura nesta noite, mostra a adolescente Érica, que encontra em um violão a válvula de escape para amenizar a dor que sente ao ver sua mãe se entregar ao alcoolismo. "Invasores", de Marcelo Toledo e Paolo Gregori, será a trama da semana que vem, dia 25, girando em torno de Cláudia, uma jovem moradora da periferia de São Paulo que sonha estudar Música na Universidade de São Paulo (USP). Ás vésperas do vestibular, conta com a ajuda de seu namorado para invadir escolas de Música e centros culturais da cidade à procura de lugares para estudar. Já em 1º de junho será a vez de "Vitrola", de Charly Braun. Endividado, Elpídio se vê em um beco sem saída quando recebe a oferta de uma construtora que quer comprar seu sebo. Na tentativa de levantar um dinheiro, acaba participando de um programa de auditório sobre conhecimentos musicais. 


Aonde ir hoje?

`A LENDA DO PRÍNCIPE QUE TINHA ROSTO' - No Teatro do Sesi (rua Gustavo Teixeira, bairro do Mangal) a peça infanto-juvenil "A lenda do príncipe que tinha rosto", montagem da Artesanal Cia. de Teatro, que integra a temporada 2013 do projeto `Viagem Teatral', tem duas novas apresentações hoje (18), às 16 e 18 horas. Com uma proposta nada convencional - um teatro sem texto -, o grupo concebeu um espetáculo de estética gótica com alguns elementos surrealistas, contando a história de um príncipe que nasce com rosto em uma terra de pessoas `sem rosto'. Como o Rei e a Rainha temem que seu filho seja descoberto e maltratado pelos súditos diante de tamanha aberração, eles mantêm o menino escondido em uma torre. A ação se desenvolve por meio de um narrador e os atores utilizam diversas linguagens cênicas, como máscara teatral, boneco de manipulação direta, projeção de vídeo grafismos, sombras e expressão corporal. Ingressos gratuitos retirados 1 hora antes.

REGGAE CLÁSSICO E MÚSICAS PARA REFLETIR COM A BANDA MATO SECO - Uma viagem ao Cerrado inspirou o guitarrista Marcos Eduardo a batizar a banda que estará em Sorocaba neste sábado (18), lançando seu terceiro disco na Toca do Leão (avenida São Paulo, 2.981). Fascinado pelo o que viu e viveu durante um período naquela região, uniu-se a outros integrantes para formar a banda de reggae Mato Seco. Compõem ainda a banda Rodrigo Piccolo, Eric de Oliveira, Mauro Peres Jr., Carlos Eduardo Gonçalves, Tiago Rezende, João Paz e Jr. Cizinaukas. O lançamento do novo disco, "Seco e ainda Vivo", completa uma trilogia e consagra a primeira década de caminhada. O álbum traz 15 canções inéditas e algumas participações especiais: Max Romeo, Harrison Stafford e Marcus Urani, da banda californiana Groundation, e ainda Oswaldinho do Acordeon, a banda paulista Nazireu Rupestre e o poeta Daniel de Brito. Durante o intervalo do show, o DJ Zambol toca uma seleção especial de Bob Marley.

RONALD McDONALD NO EXTRA E NO ESPLANADA - O chamado `embaixador da alegria', Ronald McDonald, faz apresentações especiais neste sábado (18) na praça de eventos Extra Santa Rosália e no Esplanada Shopping. O personagem fará apresentações de 30 minutos, com o tema "Esportes - Vida Ativa", com mágicas, coreografias e brincadeiras interativas, que envolvem as crianças e os pais. No Extra Santa Rosália, às 12h30; e no Esplanada Shopping, às 14h30.

SARAU LITERÁRIO - A Associação Kairós de Sorocaba promove neste sábado (18), a partir das 15 horas, mais um sarau literário aberto ao público de todas as idades, na Biblioteca Comunitária "Eliana Gonçalves Pereira", no Centro Esportivo "Francisco Lisboa", no Jardim Maria Eugênia. A atriz Ana Lima, organizadora do evento, convidou vários poetas para declamar versos e entreter os participantes. Uma dupla de violeiros também animará a festa, que contará ainda com a participação dos alunos da Escola Estadual "Guiomar Camolesi Souza". O objetivo do evento, explica o coordenador da Kairós, Paulo César Grazzi, é influenciar as pessoas do bairro a desenvolver atividades culturais com cada vez mais frequência.


 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar