Terça-Feira, 2 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Candidatos intensificam rotina de compromissos na reta final da campanha

Publicada em 12/09/2012 às 22:54
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Candidatos vão às ruas para conquistar eleitores (Fotos: Fernando Rezende)
Faltando pouco mais de 20 dias para o dia das eleições, em 7 de outubro, os quatro candidatos a prefeito têm cumprido rígidas agendas para dar conta de buscar votos pessoalmente, gravar programas eleitorais e, ainda, participar de encontros e debates para expor seus planos de ação para o governo da cidade. Ontem, o DIÁRIO acompanhou a rotina dos postulantes ao Paço Municipal em diferentes compromissos que rechearam o dia de trabalho. 

Pela manhã, o candidato Raul Marcelo (Psol) fez caminhada e abordagem às pessoas na feira-livre da Vila Assis. De uma moradora do bairro, ele ouviu reclamações sobre problemas de segurança com traficantes de drogas nas proximidades da linha do trem que passa pela região, próximo ao Parque dos Espanhóis. O psolista falou sobre sua expectativa com o período até a eleição. “Estamos em um momento de definição, com 50% dos candidatos que vão ter seu futuro definido pelo Tribunal Superior Eleitoral, e nossa expectativa é de que eles sejam julgados antes do término do primeiro turno, para que não possa acontecer de o voto do eleitor deixar de valer em caso de decisão contra eles depois.” 

Marcelo também afirmou que a maior reclamação que tem ouvido durante as caminhadas e reuniões é com relação à área da saúde. “Pessoas têm me falado que esperam até dois anos e meio para procedimentos cirúrgicos até simples. É importante que o sistema de saúde pública atenda às pessoas com dignidade, rapidez e resolutividade. Queremos investir muito nessa área porque o que a gente mais ouve na rua é reclamação em relação à saúde.” À noite, o candidato apresentou suas propostas a estudantes secundaristas de uma escola pública. 

Já Renato Amary (PMDB) fez caminhada desde o início da tarde pela zona norte. Logo depois do almoço, já estava conversando com eleitores pelas ruas do Jardim Maria Antônia Prado; ele entrou em comércios, foi cumprimentado por motociclistas e outros moradores da região. “Estamos na rua levando as nossas propostas, lembrando o tempo em que fui prefeito.” Ele disse que não há mudança de estratégia na reta final, apenas a conversa com os eleitores, explicando a sua forma de governar e agir, além dos programas de TV e debates, como o que será realizado pelo DIÁRIO, em parceria com a Esamc, no próximo dia 18, no qual o candidato confirmou presença. 

O ex-prefeito também falou que ouve muitas reclamações sobre saúde, segurança, falta de vagas em creches, mas especialmente na área de transportes e sistema viário. “Nosso sistema já ficou acanhado e eu tenho apresentado propostas para encontrar alternativas. A mesma coisa para o transporte coletivo, que também é motivo de grande insatisfação, com tarifa alta e ônibus lotados; nos horários de pico, não há conforto, temos mais de 100 pessoas nos ônibus, 40 sentadas e o restante em pé.” 

Iara Bernardi (PT) fez caminhada na avenida General Carneiro, na zona oeste, durante a manhã. Na parte da tarde, gravou programas eleitorais e fez caminhada no Centro da cidade e conversou com vários eleitores que demonstraram apoio a ela, acompanhada do líder do governo federal na Câmara dos Deputados, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP). “Me sinto no dever de participar do processo eleitoral porque é a mesma militância que em determinado momento me apoia. E é uma maneira também de se inteirar de problemas e questões que são temas universais, nem só do Brasil”, disse.

Para a candidata petista, agora é hora de corpo a corpo com o povo. “A receptividade é muito boa. Eu trabalho com o conceito de que a luta das mulheres é uma só e que o governo como o da presidente Dilma pode estar presente em Sorocaba.” Ela disse que tem ouvido muitos pedidos de melhoria no transporte coletivo, saúde e vagas em creches. Iara também salientou o apoio de lideranças nacionais do seu partido. “Não sei se conseguiremos trazer a presidente Dilma no primeiro turno; mas o ex-presidente Lula fez gravações para nós e mandou todo seu apoio.” 

Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) gravou programas eleitorais em locais da zona norte durante a manhã. Na parte da tarde, reuniu-se na empresa Sorodiesel. Ainda no fim da tarde, teve encontro com os organizadores da Festa Junina Beneficente de Sorocaba e garantiu que não vai acabar com a tradição. Em seguida, participou de conversa com integrantes do Grasa, grupo de apoio a dependentes químicos. “Nossa rotina é pesada com muitas reuniões se sucedendo. Mas campanha é assim mesmo; um período estafante que possibilita momentos magníficos de maior conhecimento dos problemas e também de soluções encontradas na cidade.” 

Ele disse ainda que a estratégia de campanha está dando certo e nada deve mudar até o dia das votações. “Temos bons apoios de lideranças importantes da cidade e do Estado e nos orgulhamos disso.” O tucano ainda contou que, no contato com a população, a saúde é a questão que mais se evidencia. “Temos de melhorar a agilização no atendimento ao cidadão nas Unidades Básicas de Saúde, nas especialidades que demoram e nas internações hospitalares, onde temos problemas de leitos.” 

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar