Domingo, 31 de Maio de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Embraer investirá R$ 40 mi no aeroporto da Cidade Após início da concessão da empresa na área aeroportuária, devem ser criados 250 empregos diretos e 750 indiretos

Publicada em 06/03/2012 às 23:13
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Segundo Alckmin, os serviços da Embraer devem ter início na cidade dentro de um ano (Foto: Fernando Rezende)
A empresa líder mundial no mercado de jatos de pequeno e médio porte, Embraer, adquiriu a concessão do espaço aeroportuário do Aeroporto Estadual Bertram Luiz Leupolz, em Sorocaba, por iniciais cinco anos, onde serão desenvolvidos vários projetos. A assinatura do contrato deu-se ontem, durante visita do governador Geraldo Alckmin à cidade. A expectativa é de que, após a execução das obras, os serviços da empresa comecem a funcionar em um ano. Na ocasião, o vice-presidente da empresa, Marco Túlio Pellegrini, informou que durante esse período serão feitos investimentos em diversos serviços, totalizando R$ 40 milhões. Além dessa novidade, Alckmin anunciou outras quatro boas notícias para a cidade e região.

Atualmente, o aeroporto é administrado pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), e opera aviação geral e aeroclube através dos centros de serviços das empresas Bombardier, Dassaut Falcon, Gulfstream, Cessna e a Bechcraft. Com o início dos serviços da Embraer, haverá a manutenção de aeronaves, hangaragem, base fixa operacional, atendimento aeroportuário, reparo de componentes, reforma de interiores, modificação de produtos e estoque e venda de peças e reposição. “Esse será o maior Centro de Manutenção da Embraer no País”, ressaltou Alckmin. O espaço concedido a Embraer é de 20.331 metros quadrados com área edificável de 9.728 metros quadrados. O contrato determina que a Embraer pague mensalmente R$ 162,65 mil à Daesp. 

AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO – A edição de hoje do "Diário Oficial" da União traz o edital com informações sobre a execução das obras de ampliação do aeroporto de Sorocaba, que, de acordo com o governador, deverá ter início em 45 dias e conclusão dentro de seis meses. O investimento do governo será de R$ 8,27 milhões para a extensão da pista de pouso, que passará dos atuais 1.480 metros, para 1.630 m; também o pátio de aeronaves será ampliado de 6 mil metros quadrados para 14.800 m²; duas novas pistas de rolamento serão construídas e as quatro já existentes serão alargadas; além da ampliação da pista de táxi e das vias de acesso para os hangares. Com as melhorias, aeronaves como a Global e Legacy terão atendimento garantido na cidade. “Vai ser uma importante referência aeronáutica de São Paulo e a vinda da Embraer coroa essa novidade”, apontou o governador.

PROGRAMA CRECHE ESCOLA – O governador Geraldo Alckmin assinou com o prefeito Vitor Lippi e representantes de 27 municípios da região o Termo de Adesão do Programa Creche Escola, para repasse de verba da Secretaria de Estado da Educação para construção de creche e educação infantil. O programa tem objetivo de ampliar o atendimento de crianças na educação infantil, residentes, prioritariamente, em localidades com maior vulnerabilidade social. Cada unidade tem o custo médio de R$ 1 milhão para o governo do Estado. Em contrapartida, o município cede terreno com dois mil metros quadrados, abastecimento de rede de água, esgoto, energia e telefonia. “Os investimentos chegam a R$ 180 milhões para atender à demanda. Serão 68 creches com capacidade para até 150 crianças”, informou Alckmin. 

PLANOS MUNICIPAIS DE SANEAMENTO – No mesmo evento de ontem, Alckmin e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado, Edson Giriboni, entregaram, para Sorocaba e outras 32 cidades da região, os Planos Municipais de Saneamento (PMS), que estabelecem as ações para o abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e de águas pluviais de maneira integrada. “Os planos funcionam ainda como peças norteadoras das políticas de saneamento para São Paulo nas próximas três décadas”, informou o secretário.

O governo prevê repasse de R$ 4,22 milhões com o objetivo da sustentabilidade na prestação de serviços e a segurança hídrica, mediante o equacionamento entre a oferta e a demanda dos serviços por 30 anos. A região da Bacia do rio Sorocaba e do Médio Tietê integra uma das Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídrico do Estado, em uma área de 12.268 quilômetros quadrados e atende a uma população de aproximadamente 1,6 milhões de habitantes.

ENTREGA DAS ESCRITURAS - Alckmin também entregou 533 títulos de propriedade às famílias do Núcleo Habitacional Jardim Nova Esperança, beneficiadas pelo Programa Minha Terra de Regularização Fundiária, executado pela Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. “São famílias que vivem aqui há 30 anos, desde a época da Fazenda Barão, e que hoje merecem esse título da casa própria”, justificou.

Depois de anunciar as melhorias para Sorocaba e região, Alckmin seguiu para Tatuí, onde inaugurou a nova Maternidade da Santa Casa, descerrou a placa de recuperação da SP-141 e entregou pontes sobre o Ribeirão Manduca. Logo após foi para Boituva inaugurar o novo prédio da Delegacia de Polícia e entregar a reforma e ampliação da UBS Gerson Ferriello. 

  

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar