Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Audiência na Câmara hoje antecipa lançamento da Campanha da Fraternidade

Publicada em 16/02/2012 às 22:49
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

`Que a saúde se difunda sobre a Terra' proclamará a CF-2012 (Foto: Divulgação/CNBB)
Antecipando seu lançamento oficial em todo o País na Quarta-Feira de Cinzas, a Câmara Municipal faz hoje à noite, às 19h30, audiência pública para abordar a temática da Campanha da Fraternidade deste ano, "Fraternidade e Saúde Pública", sintetizada no lema "Que a Saúde se difunda sobre a Terra", proposta pelo vereador Hélio Godoy (PSD). 

Iniciativa anual desde o início da década de 60 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), a cada ano a Campanha da Fraternidade, com seu tempo forte durante o período quaresmal até o Domingo de Páscoa, aborda um diferente aspecto da vida comunitária da sociedade à luz das realidades evangélicas.

Representando o Episcopado brasileiro, promotor da Campanha da Fraternidade, ao lado, inclusive, de outras igrejas evangélicas integrantes do Conic (Conselho Nacional das Igrejas Cristãs), pois de alguns anos para cá ela também assume características ecumênicas, estará presente nesta noite, no Plenário do Legislativo, no Parque da Boa Vista, o arcebispo metropolitano de Sorocaba, dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues. 

O vereador Hélio Godoy, de sua parte, ressalta a importância do debate, destacando ser a saúde um direito assegurado a todos pela Constituição Federal Cidadã de 1988. "Teremos nesta audiência pública sobre a temática da Campanha da Fraternidade de 2012 - diz ele - a oportunidade de debatermos os problemas e aproveitar o tema para refletir e agir em prol daqueles que estão adoecidos, esperando pelo atendimento do Sistema Público de Saúde".

Vereadores aprovam aumento no tamanho de bancas de jornais 

Na sessão ordinária de ontem, a Câmara Municipal aprovou em definitivo oito projetos de lei, entre eles, de autoria de Antônio Carlos Silvano (PMDB), a proposta que aumenta o tamanho máximo das bancas de jornais e revistas no município dos atuais 20 metros quadrados para 25 metros quadrados (ou 24,99 centímetros para se adequar às especificações da lei que está sendo modificada).

Silvano afirma que o ajuste é necessário para adequar as bancas à nova realidade do setor, e argumenta que o País passou por um grande desenvolvimento nos últimos anos, que repercutiu no mercado editorial com o surgimento de várias revistas segmentadas. 

Proposta de José Francisco Martinez (PSDB) prevê destino sustentável e ambientalmente correto e reutilização de resíduos de poda e corte de árvores em áreas públicas. Há também a obrigatoriedade de apresentação de laudo técnico para a poda, além de proibir o descarte dos resíduos em aterros sanitários. 

Dois projetos do vereador Geraldo Reis (PV) foram aprovados em segunda discussão: a instituição do Dia Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Ambiental, Cultural e Turístico do Município de Sorocaba, que será comemorado em 17 de agosto, e o Dia da Conscientização Ecológica, em 5 de junho, dia Mundial do Meio Ambiente. Também foram aprovadas quatro denominações de ruas.

A criação de regras para implantação e desmontagem dos showroons de empreendimentos imobiliários, foi aprovada em segunda discussão e segue para a Comissão de Redação para adequação no texto. A proposta, de Anselmo Neto (PP), determina que o empreendedor assuma o compromisso de desmontagem e limpeza da área, incluindo a retirada de placas, bandeiras, banners, displays e congêneres, caso não haja venda suficiente.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar